20 de janeiro de 2015

Ah a Saudade!

Ah... A Saudade!
Saudade dos tempos de infância, da inocência de uma criança.
Saudade de não precisar me preocupar com o que vai acontecer.
Saudade de apenas me importar em acordar cedo para ir à escola.
Saudade dos carinhos dos pais, das pequenas intrigas entre irmãs.
Saudade de tempos, que jamais voltarão atrás.
Saudades de brincar na rua, das velhas amizades, que hoje também cresceram.
Saudade de tudo o que era bom. E hoje já não volta mais.
Cada um tem uma criança dentro de si. Eu ainda sou uma criança, com medo de crescer, com medo das responsabilidades que a vida nos exige. Com medo de errar e se arrepender, com medo de sofrer. Com medo de decepcionar quem tanto amo. Com medo de não ser feliz. Tenho medo de sentir medo! Tenho medo de crescer.
A vida muito exige de nós, querem que façamos faculdade, querem que tenhamos uma profissão, querem que nós envelheçamos com saúde, afinal, pra que tudo isso? Para chegar ao final, voltarmos a ser criança. Devemos crescer sim. Mas tudo tem seu tempo, tudo tem sua hora. A minha hora de crescer já passou, ainda estou num processo de construção de saberes. Tenham paciência comigo... Ainda sou uma criança, com saudade e com medo de crescer.



Post by Naiara Raissa.

Um comentário:

  1. A saudade e o medo andam de mãos dadas. É difícil para uma criança crescer, assim como é difícil para um adulto envelhecer. Todos tem medo e saudades do que já se foi... O que temos que ter em nossas mentes é que tudo não passa de um processo de construção, e que todos nós um dia vamos passar por isso.

    ResponderExcluir